Carnaval de São Paulo terá ações contra assédio e discriminação

Campanha orientará o público a ligar para o 156 para denunciar violações de direitos e distribuirá tatuagens adesivas com mensagens contra assédio, racismo e homofobia

“Quando o enredo é o respeito, a harmonia é nota 10.” Este é o mote da campanha promovida pela Prefeitura de São Paulo que vem acompanhado pelo alerta: “Disque 156 em caso de violações de direitos”. As mensagens vão cruzar a avenida após cada um dos desfiles do Carnaval SP 2022, o ‘Carnaval da Vida’, nos dias 21, 22 e 23 deste mês, no Sambódromo do Anhembi.  A iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania , em parceria com a Liga das Escolas de Samba (Liga-SP), quer prevenir casos de assédio sexual, que são frequentes no carnaval, e outros comportamentos criminosos como racismo e homofobia.

As equipes da  Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania estarão no Anhembi divulgando o telefone e o portal 156 como canal de denúncias contra casos como estes e outras violações de direitos. Além de carregar a faixa entre os desfiles, vão se misturar ao público durante as apresentações das Escolas do Grupo de Acesso, no feriado de quinta 21/4 e do Grupo Especial no final de semana. Também vão distribuir tatuagens temporárias com mensagens como: “Não é Não”, “Tô na Folia, mas Não Abuse.”, “Racismo é Crime”, entre outra

A prefeitura quer chamar a atenção do público para o SP156, portal de serviços que funciona na web e por telefone, pelo qual o cidadão paulistano pode, não só durante o carnaval, denunciar violência ou assédio contra a mulher, LGBTIfobia e racismo. As equipes do serviço telefônico passaram por capacitações e sensibilizações sobre estes temas, para prestar atendimento a este tipo de denúncia.

Para realizar a denúncia, não há pré-requisitos ou a necessidade de qualquer documentação oficial, como um boletim de ocorrência. O serviço do SP156 irá solicitar informações sobre o ato ou situação que se quer denunciar, como quando e onde ocorreu, quem praticou a ação e o que aconteceu. Caso a pessoa denunciante queira acompanhar o andamento e as tratativas que estão sendo realizadas pela Prefeitura de São Paulo sobre a denúncia, serão solicitados dados para contato.

Carnaval da Vida

Esta é a primeira vez que as escolas de samba voltam ao sambódromo desde o início da pandemia do coronavírus, o que conferiu a edição de 2022 o nome de ‘Carnaval da Vida’, reforçando a importância da retomada deste importante evento nacional. Os desfiles tiveram início no dia 16 de abril, com os desfiles do grupo de Acesso II. No dia 21 (quinta-feira e feriado de Tiradentes), desfilam as escolas de samba do grupo de Acesso I, às 20h. Já nos dias 22 e 23 de abril (sexta-feira e sábado), se apresentam as 14 agremiações do grupo Especial, mantendo a tradição de mais de 20 anos. A temporada encerra no dia 30 de abril, com o Desfile das Campeãs.

A Central de Notícias da Rádio ZONA SUL é uma iniciativa do Projeto A cultura da live. Este projeto foi realizado com o apoio da 5ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária Para a Cidade de São Paulo.

Os conteúdos ditos pelos entrevistados não refletem a opinião da emissora.