Despejo na cidade

Segundo a Campanha Despejo Zero, formada por 175 organizações, movimentos sociais e coletivos, houve um aumento de 602% no número de famílias ameaçadas de perder a moradia entre março de 2020 e fevereiro de 2022.

  • Eram 840 famílias entre março e agosto de 2020. Atualmente, são 132.291.
  • Se o despejo está suspenso o que acontece com os moradores de rua que foram para rua despejados de suas casas
  • As famílias que hoje estão morando na rua são a mesma que ocuparam os edifícios abandonados

O o advogado Vitor Inglês de Souza do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos em conversa com o jornalista Lazaro de Oliveira, afirma que no inicio da pandemia os movimentos de moradia se articularam nacionalmente na campanha despejo zero, pela suspensão dos despejos enquanto perdurasse a crise sanitária, e obtiveram uma medida cautelar no STF que suspende os despejos por um prazo seis meses, com uma nova mobilização conseguiram a prorrogação dessa medida e os despejos estão suspensos ate 30 de junho 2022.

A Central de Notícias da Rádio ZONA SUL é uma iniciativa do Projeto A cultura da live. Este projeto foi realizado com o apoio da 5ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária Para a Cidade de São Paulo.

Os conteúdos ditos pelos entrevistados não refletem a opinião da emissora.